sábado, 11 de julho de 2009

O cheiro


Afinal é mesmo verdade!
O cheiro de África não se esquece!
Já no aeroporto, depois de fazer o chek in e antes de entrar para o controlo de passaporte, fui lá fora uma “última” vez e inspirei profundamente umas quantas vezes.
Pena não se poder levar o cheiro da terra.
A senhora Chanel ou o senhor João Paulo, ou Gaultier como lhe chamam, bem que podiam pensar nisso!

Sem comentários: