terça-feira, 29 de setembro de 2009

As Maras

Estas saltitantes criaturas, que vistas por trás parecem ter um alvo desenhado no traseiro facilitando o trabalho dos atiradores, também conhecidas como lebres patagónicas, são contudo os maiores roedores da América do Sul. Já as tínhamos visto na Costa Rica, mas só agora soubemos da inteligência dos bichinhos.Imagine-se que vivem em comunidade com um parceiro fixo para toda a vida e quando têm crias fazem um buraco no chão, as creches, onde colocam as ditas, ficando um dos adultos a tomar conta enquanto os outros buscam alimento. Diz quem sabe que a lotação destes infantários é de quinze crias por buraco. Não sei se têm algum organismo na comunidade tipo ASAE que fiscalize o número, mas parece que cumprem a lei!

Sem comentários: