segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Eu já tinha reparado

Mas não havia nada a fazer, o ponteiro da gasolina estava no mesmo lugar à muitos quilómetros e não descia.
Só podia ser uma de duas coisas, ou estava avariado ou era um milagre sabe-se lá de que Deus (são tantos por aqui), que estava a nosso favor e queria que poupássemos uns $.
A pior das duas veio a verificar-se antes que aparecesse uma estação de serviço.
O pior é que estávamos no meio do deserto e carros a passar são escassos.
Finalmente lá apareceu um, deram-me boleia para Ayers Rock, comprei um bidon de plástico, arranjei boleia de volta e safei-me.
Demorou um bocado mas já posso dizer que fiquei sem gasolina no deserto.
Não tem graça nenhuma, e ia-nos fazendo perder o pôr do sol em Urulu e estas fotos que são infinitamente menos belas que aquilo que presenciei.

1 comentário:

Rui disse...

Espectacular!