domingo, 26 de dezembro de 2010

Hoje nos meus passeios pela praia quase deserta, reparei num casal que estava sentado debaixo de um chapéu de sol amarelo muito comido pelo sol. À segunda passagem pelo casal achei que havia algo estranho. À terceira passagem, apercebi-me do que estava errado. 
A senhora estava sentada a olhar para o mar com um grande sorriso, mas estava a sorrir para o mar já fazia mais de uma hora!
Ao aproximar-me, desta vez olhei mesmo directo para tamanho sorriso e para meu espanto a dita não estava nada a sorrir. Simplesmente, a pobre, tinha uns enormes dentes no maxilar superior que não lhe cabiam na boca.
Estes saiam para fora dos lábios uns bons 4 a 5 cm. Imaginei logo como será que o marido a beija? Possivelmente primeiro vai ao lábio de baixo e posteriormente ao de cima e com muito cuidado, não vá a senhora ter um ataque de espirros e arrancar-lhe metade da boca.
Se o mundo acabasse à dentada, esta senhora certamente era das últimas a ser eliminada.
No mínimo ia aos oitavos de final!
Foi só um desabafo.

2 comentários:

M Manuela disse...

que crueldade a tua

lau_tiago disse...

Mauzinho!!...

:-)=

eheheh
As coisas que te podem passar pela cabeça num ano de viagem pelo mundo fora...
Lá imaginaçao no te falta!!
Beijos