domingo, 29 de novembro de 2009

Excesso de zelo

Alguns policias daqui são muito zelosos com quem está a conduzir e é estrangeiro. Talvez por se conduzir do lado esquerdo e acharem perigoso. É muito frequente mandarem parar para verificar se estamos habilitados a conduzir, só para nossa segurança, claro! Ontem mais uma vez mandaram-me parar quando ia dar uma voltinha à praia.
Agente - “Boa tarde. Carta de condução”
Eu – “Está aqui! Carta, documentos do carro e passaporte”
Agente – “Isso não interessa.” Devolvendo-me os documentos do carro e passaporte.
Eu espero
Agente olha para a carta ainda fechada e diz – “Esta carta não serve! Tem de ter carta internacional”
Eu – “Deve estar enganado, a carta portuguesa serve para conduzir aqui. Além disso já fui mandado parar muitas vezes e sempre serviu”

Agente – “Pois, os meus colega deviam estar distraídos.” E afasta-se do carro.
Eu espero
Agente aproxima-se e diz – “ Agora vai ter de pagar uma multa” E afasta-se de novo.
Eu espero
Agente volta e diz – “Como vai ser”
Eu, sem avançar com meticais - “ Não sei, você é que é o policia!”
O Daniel vai dizendo “£#$#&&#@ unbelievable *##%$%#&” tudo em flamengo.
Agente afasta-se outra vez e vai ter com o colega que está atrás do carro.
Eu espero
Agente volta - “Vai ter de pagar multa”
Eu - “Então vamos para a esquadra, lá eu pago!”
Agente - “Mas a esquadra é muito longe, tem de subir até lá a cima por esta rua e depois virar….” E afasta-se.
Eu pego no telefone e ligo para um amigo e explico o sucedido. Ele pede para falar com o agente.
Eu – “Sr. Agente. É para si!" Estendo-lho o telefone.
Ele escuta com um ar aborrecido, desliga, dá-me o telefone e a carta de condução e vai embora. Nós seguimos viagem.
Passado uns minutos, o meu amigo liga-me – “Está tudo bem?
Eu – “ Sim, o que é que disseste ao homem?
Amigo - “Que vocês estavam aqui a trabalhar a convite do governo e que ia mandar alguém ai para resolver a situação"
Excesso de zelo ou pobreza de espírito!

1 comentário:

Anónimo disse...

Lá tinhas tu de dar uns meticaizinhos para um refresquinho...eheh

Rui